Usando um Jornal de vendas para registrar transações Não Caixa

A revista Sales é onde inicialmente registrar as transações de vendas feitas pela loja de crédito (transações não-caixa). Cada entrada no diário de vendas deve indicar o nome do cliente, o número da factura, bem como o montante cobrado.

Nem todas as vendas envolvem a coleta de muitas lojas de caixa permitem que os clientes a comprar produtos de crédito da loja usando um cartão de crédito da loja. No entanto, quando um cliente usa um cartão de crédito emitido pelo banco, o banco, não a loja ou empresa fazer a venda, é quem tem que se preocupar sobre a coleta do cliente.

O crédito da loja entra em jogo quando um cliente é permitido levar produtos de uma loja sem pagar imediatamente, porque ele tem uma conta que é cobrado mensalmente. Isso pode ser feito usando um cartão de crédito emitido pela loja ou algum outro método que a empresa utiliza para rastrear as compras a crédito por parte dos clientes, tais como ter o cliente assinar um recibo de venda, indicando que o valor deve ser cobrado na conta do cliente.

As vendas efectuadas no crédito da loja não envolvem dinheiro até que o cliente paga a conta. (Em contraste, com as vendas de cartão de crédito, a loja recebe um pagamento em dinheiro do banco emissor do cartão antes que o cliente sequer paga a conta do cartão de crédito.) Se a sua empresa vende em loja de crédito, o valor total dos produtos comprados em qualquer particular, dia se torna um item para a conta Contas a Receber, que acompanha todo o dinheiro devido por clientes.

Antes de permitir que os clientes a comprar a crédito, a sua empresa deve exigir clientes para solicitar crédito com antecedência para que você pode verificar suas referências de crédito.

Quando algo é vendido na loja de crédito, normalmente o caixa elabora uma fatura para o cliente a assinar quando pegar o produto. A factura lista os itens comprados e o valor total devido. Depois de obter a assinatura do cliente, a factura é monitorado tanto na conta de Contas a Pagar e conta individual do cliente.


Na revista Sales, a conta Contas a Receber é debitado, o que aumenta em valor. O guarda-livros também deve se lembrar de fazer uma entrada com os registros da conta do cliente porque o cliente ainda não pagou para o item e terá que ser cobrado por isso. A operação também aumenta o valor da conta de Sales, que é creditado.

O exemplo a seguir mostra a pena de alguns dias de transações relacionadas a crédito da loja.

O primeiro ponto de entrada para as vendas feitas em crédito da loja é a revista Sales.
O primeiro ponto de entrada para as vendas feitas em crédito da loja é a revista Sales.

A revista Vendas na figura tem seis colunas de informações:

  • Encontro: A data da transação.

  • Conta Cliente Debitado: O nome do cliente cuja conta deve ser debitada.

  • PR (referência post): Sempre que a operação será publicado no final do mês. Esta informação é preenchido no final do mês quando você faz o lançamento para as contas da Contabilidade. Se a entrada a ser enviada para as contas é resumida e totalizou, na parte inferior da página, você pode simplesmente colocar uma marca de verificação ao lado da entrada na coluna PR.

    Para transações indicadas nas colunas Geral de crédito ou de débito geral, você deve indicar um número de conta para a conta em que a transação é lançada.

  • Número da fatura: O número da factura de compra.

  • Contas a Receber de Débito: Aumenta para a conta Contas a Receber.

  • Crédito de Vendas: Aumenta para a conta Sales.

No final do mês, o guarda-livros apenas podem totalizar as colunas contas a receber e vendas mostrados na figura e postar os totais para essas contas General Ledger. Ela não precisa postar todos os detalhes, porque ela sempre pode remeter para a revista Sales. No entanto, cada factura observou na revista de vendas devem ser cuidadosamente registrados em conta de cada cliente. Caso contrário, o contador não sabe quem e quanto para faturar.

» » » » Usando um Jornal de vendas para registrar transações Não Caixa